Eurocopter Esquilo AS350B

Eurocopter Esquilo AS350B

 

No anos 1970, a fabricante Aérospatiale deu início ao processo de desenvolvimento de um sucessor ao seu já envelhecido Aérospatiale Alouette II. Um de seus modelos já comercializados na época, o chamado Aérospatiale Gazelle, desenvolvido entre as décadas de 1960 e 1970, havia recebido um enorme pedido entre seus clientes militares, porém sua aceitação em meio ao uso civil não teve o resultado esperado, desencadeando de tal maneira a necessidade do desenvolvimento de uma aeronave para o uso civil.

Como princípio inicial, o novo projeto focou na estruturação de uma aeronave econômica e de baixo custo, envolvendo profundamente todos os setores de produção à época de desenvolvimento da mesma.

No processo de fabricação, foram utilizadas técnicas até então inovadoras, como o uso de chapas laminadas, uma técnica de fabricação adaptada da indústria automotiva, porém podemos ressaltar outras inovações utilizadas na época como a utilização do rotor principal Starflex recém desenvolvido. Outra decisão tomada na época foi que as variantes civis e militares do helicóptero emergente seriam desenvolvidas para atender aos requisitos militares estabelecidos.

A variante AS350B, teve sua certificação na França no ano de 1977, equipado com um motor Turbomeca Arriel 1B que rotaciona um conjunto de três pás de hélice unidas pelo sistema até então inovador à época denominado Starflex. O rotor principal e o de cauda utilizam materiais compostos em sua fabricação, minimizando assim efeitos de corrosão e bem como auferindo um menor requisito de manutenção. Já quando tratamos a respeitos de seus comandos de voo, podemos salientar que os mesmos são atuados hidraulicamente, oferecendo de tal maneira um maior conforto para sua operação e também segurança, pois mesmo em caso de falha os comandos permanecem funcionais, porém apenas demandando maior esforço físico.

O AS350B foi desenvolvido para cumprir com requisitos de ruído, como por exemplo para operação em regiões onde haja restrição no nível de ruído causado pela operação da aeronave, mas também cabendo ressaltar a redução de ruído no interior da aeronave, que possibilita até mesmo que os passageiros possam conversar prontamente durante o voo.

O modelo AS350 provou em todas as suas versões sua alta versatilidade, tendo sua cabine uma grande gama de configurações, sendo possível acomodar de quatro a seis passageiros, e além disto contando também com duas portas deslizantes que podem ser instaladas em qualquer um dos lados da cabine.

 

Referências

 

WIKIPEDIA. AS350 Écureuil. Disponível em: <https://en.wikipedia.org/wiki/Eurocopter_AS350_%C3%89cureuil> Acesso em: 15 de março de 2021.

MINISTRY OF TRANSPORT AND COMMUNICATIONS OF UKRAINE. Type Certificate Data Sheet. Disponível em: <https://avia.gov.ua/wp-content/uploads/2019/02/TCDS_TD_0039_Arriel-1.pdf>  Acesso em: 15 de março de 2021.

PREMIER JET AVIATION. Eurocopter AS-350B Ecureuil Specifications. Disponível em: <http://jetav.com/eurocopter-as-350b-ecureuil-specifications/> Acesso em: 15 de março de 2021.

GLOBALAIR. Eurocopter AS350B. Disponível em: <https://www.globalair.com/aircraft-for-sale/Specifications?specid=551> Acesso em: 15 de março de 2021.


 

Cartão resumo (clique para abrir):

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O texto publicado no FICHA TÉCNICA foi compilado após pesquisa realizada pelo aviador Matheus Sehnem.  Clique no nome para ver o perfil do editor.

 

 

 

 


 





 


 

Opções de ESQUILO AS350B à venda disponíveis no site, clique aqui